Amigos defendem a médica Kátia Vargas

20131018-091706.jpg

Voluntária. Nesta sexta-feira, dia 18, completa uma semana, que aconteceu a tragédia de Ondina com dois irmãos mortos. Os amigos da médica Kátia Vargas Pereira a defendem, principalmente nas redes sociais. Além das atividades como oftalmologista em clínicas particulares, ela fazia trabalhos voluntários na Cidade da Luz, complexo social fundado pelo médium José Medrado.
Conforme Renato Gomes, diretor administrativo-financeiro da Cidade da Luz, Kátia já atendia, gratuitamente, em seu consultório particular, pacientes excedentes da Cidade da Luz.
“Sempre atendeu prontamente as pessoas que procuravam serviço na Cidade da Luz”, disse. Apesar de ter pouco contato com a médica, ele a considera uma pessoa “tranquila”.
O conselheiro do complexo, Antônio Carlos Souza, falou que Kátia se ofereceu, há sete anos, para ser voluntária. A última vez que a médica foi ao local foi na quinta-feira, dia 10, um dia antes do acidente.

Foto: Reprodução

Comentários desabilitados